atividade econômica extrativista, exercida no ambiente aquático sobre bem público, regulamentada pelo poder público e desenvolvida pelo setor produtivo (artesanal ou empresarial), que, ao buscar recursos alimentares para a sociedade, gera empregos e impacto no meio ambiente.