Ictiofauna: Estrutura populacional

Estrutura populacional e crescimento da ictiofauna na microbacia do Rio Praquiquara, Médio Apeú, Amazônia Oriental

 

A pesquisa realizada na Fazenda Escola de Castanhal – FEC da UFRA, que objetiva analisar a estrutura e o crescimento da ictiofauna local, verificando alguns aspectos, como: a estrutura populacional das espécies dominantes; o crescimento dos peixes mais abundantes e os fatores que influenciam no crescimento das populações estudadas. A pesquisa possui coletas mensais com três dias de duração, durante um período de seis meses (julho a dezembro de 2017). As coletas da ictiofauna são realizadas de forma passiva (redes de emalhe) e de forma ativa (tarrafa), além disso, são coletadas amostras de água do local de estudo para a análise dos parâmetros ambientais (temperatura, transparência, oxigênio dissolvido, pH, condutividade elétrica e turbidez). Os animais coletados passam por registro fotográfico, analise morfométrica e estudo taxonômico, onde os dados gerados são catalogados em planilhas. Depois das coletas programadas será realizado a análise dos dados que consiste resumidamente na verificação de quais espécies obtiveram maior abundância e se os parâmetros físico-químicos analisados têm influência nesses dados. Os animais utilizados na pesquisa são devolvidos ao local de coleta, evitando afetar a população da ictiofauna local.

Adicione seu comentário

Deixe uma resposta